“A Arte de Ajudar”

Bom, quem me conhece sabe que eu não gosto de escrever. Fico travada na frente do computador e as frases saem sem fazer sentido. Porém, agora terá que ser diferente! Coragem! rs.

Seguem algumas histórias que chegam até o Leilão.

A FOTO: Tive um sonho em maio de 2013. Eu trabalhava com refugiados sírios. Mas era “só” um sonho. Na época eu estava trabalhando em um projeto de Permacultura no Mar Morto/Jordânia. Um projeto maravilhoso, mas não me tocava o coração. Seguindo os meus instintos procurei na internet onde eu poderia ajudar os refugiados. Fácil! Na fronteira com a Síria. Fui para Mafraq, 10km de distância da fronteira. Cheguei no começo da tarde. A ideia seria arrumar um trabalho para ajudar os sírios e ficar lá por uns 10 dias. Durante 2 horas fiquei em um cyber café tentando arrumar mais informações sobre possibilidades de voluntariado. Contatos em vão. Ninguém falava inglês por lá. Hora de ir embora antes de escurecer. Estava frustrada. Foi quando conheci um moço que falava inglês. Ele me ajudou a arrumar um lugar para dormir. Bati na porta da casa de umas estudantes da Malásia e pedi para dormir lá por alguns dias. Elas prontamente abriram a porta da casa. Elas eram estudantes de 19-22 anos que foram lá aprender o Islamismo. Eu nesta idade jamais abriria a porta da casa para estranhos!! Este moço trabalhou na polícia secreta da Jordânia. Mesmo eu sendo avisada que ele era perigoso eu precisava estar com ele, pois ele falava inglês e estava com tempo livre. Tentamos diversos lugares na cidade, mas ninguém queria me aceitar por 10 dias e eu também não falava árabe e não era médica/enfermeira. Ele teve então a ideia de irmos para o campo de refugiados. Assim fomos para Zaatari Refugee Camp. Difícil descrever o que vivenciei durante os dias que eu fui para lá. Entrava de forma ilegal com ele. Não tinha permissão. Nem vou comentar dos perigos de estar lá dentro .. rs. Melhor falar da foto. Esta era uma das famílias que eu “ajudava”. Eu levava brinquedos, livros e fotos impressas para eles. Estavam lá há 1 ano e meio lá e as crianças não frequentavam a escola. Até tinha uma lá dentro, mas era “longe”.. Assim, foram os meus dias. Vendo e vivenciando uma alegria que eu jamais poderia imaginar para quem perdeu casa, emprego, familiares .. e vivia sob uma tenda da ACNUR/UN. Assim, é a vida. Aos que ficam, ela continua! Ela precisa continuar!! Continuava também a esperança de eles voltarem para a Síria. Em maio/junho de 2013 a guerra tinha amenizado. Eu mesma saí de lá com a esperança de que dias melhores viriam para estas famílias. 1 mês depois, começou a guerra química. Eu já não estava mais lá. Recebi mensagens dizendo que o irmão de fulano morreu, os pais de beltrano sumiram .. Fiquei desolada. No meio da minha tristeza. Recebi uma mensagem. Era uma das meninas que me abrigaram dizendo que o prédio ao lado de onde moravam abriu um “prédio para refugiados”. Elas iriam lá ensinar o Islamismo. =)  Quando conto esta histórias tem muito mais informações que levaria a entender as lições que vou mencionar:

  • seguir o seu coração
  • acreditar que existem forças no universo conspirando a favor
  • não subjulgar a sua capacidade de fazer o bem
  • acreditar que pequenos atos fazem diferença na vida das pessoas
  • que a vontade de viver supera muitos desafios/fronteiras
  • que as vezes impactamos a vida de muitas pessoas e não sabemos

FOTO IMPRESSA: Tive a sorte e realizei um sonho que tive durante a viagem. Fazer uma exposição de fotos. O tema? A Origem da Felicidade. Esta é uma das fotos da exposição. Peço desculpas pois ela está um pouquinho danificada. Mas é pouco. A exposição de fotos me mostrou muita coisa, mas me mostrou que mesmo eu não sendo fotógrafa, consegui tocar no coração de muita gente com as imagens e relatos sobre a Felicidade.

BEABA: Conheci o BeaBa por causa do Polen. Demorou um pouco para eu falar com a moça que fundou a organização. Descobri depois que os nossos desencontros tinham um motivo. Ela se tratava do câncer. Vi então um vídeo que me fez conhece-la e a admirá-la. Video: De repente a gente muda!

CANCER: Uma doença que me traz “tristeza”, pois há 13 anos ela me distanciou de uma das pessoas que eu mais amava: minha mãe. Nunca tive estômago para voluntariar com esta causa. É por isso que admiro tanto a fundadora do Beaba.

“A ARTE DE AJUDAR”: soube que no dia 12/09 (sábado) teria um evento onde vários artistas talentosos doariam suas obras para a ONG! Que lindo!! Pensei: eu também quero!!! Mas quem sou? É, não sou uma artista talentosa. Além do mais, não achei que eu não venderia nada.  Evento: A Arte de Ajudar

A IDEIA DO LEILAO: ontem caminhando para o trabalho estava pensando como é fácil ajudar! =) Em 10 minutos todas as histórias acima vieram na minha cabeça. Eu leiloaria uma foto da Exposição. Nem que a compradora fosse eu mesma!

DESISTÊNCIA: comecei a escrever um texto ontem de noite .. não saía. Fiquei até as 2am e não estava bom. Quando acordei hoje .. tinha perdido a vontade de reler e escrever. Cheguei até a pensar: “Ufa .. que mico eu leiloar uma foto minha!”

DECISÃO: AGORA VAI!!! No meio do trabalho fui rapidinho assistir a uma palestra de uma pessoa muito querida. Que aliás conheci por causa do Polen. Pensa no “Amor em Pessoa”. É ela. {Nossa Jornada}  Fonte de inspiração para muitos, a palestra dela tocou no mesmo assunto de ontem: como é fácil ajudar. Ok! Recado dado! Quando cheguei em casa fui no quarto dos fundos onde as fotos da exposição estão abandonadas. Peguei uma foto no meio e vieram 2. 1 de uma senhora na Albânia e esta das crianças na Jordânia. Não tive dúvida. Assim aqui está a foto.

LEILAO até o meio-dia de sábado 12-09: primeiro lance é meu R$ 50. Se ninguém gostar das minhas histórias e foto, Ok! Agora eu gosto! Rs. Vou entregar o dinheiro no dia do evento. Quero conhecer pessoalmente uma pessoa que admiro muito!

Assim é fácil ajudar! Difícil mesmo é escrever!! rs

Depois eu coloco mais fotos relacionados com as histórias .. mas a primeira é Zaatari Refugee Camp / As queridas estudantes da Malásia / Exposição de fotos com Pessoas mais do que queridas!

Zaatari Refugee Camp431787_10151637127760661_380170650_n exposicao

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s